Jovem morre em acidente de motocicleta no interior de Jorge Teixeira

Segundo informações o adolescente seguia no final da tarde desta terça feira(26), pela via de terra em sua motocicleta Honda Pop sem utilizar capacete…

O jovem Cleginaldo de Lima Passareli de apenas 17 anos de idade faleceu na noite de ontem logo após dar entrada no Hospital Municipal de Jaru, vítima de um acidente de motocicleta ocorrido na linha 623 a cerca de 15 km do município de Governador Jorge Teixeira. Leia mais deste post

Anúncios

Moradores ateiam fogo em pontes quebradas no interior do município

Transeuntes ainda assim se ariscam a fazer a travessia se equilibrando no que restou das pontes…

Moradores do interior do município acreditam que ainda é melhor as pontes queimadas do que oferecendo riscos aos alunos que passam diariamente em ônibus escolares por sobre elas.

A ponte da linha 629 km 50, que se encontrava em péssimo estado, foi incendiada esta semana, o mesmo aconteceu a cerca de 20 dias atrás com a ponte da linha 628 km 70, sobre o rio Corgão, onde a mesma continua intrafegável.

Transeuntes ainda assim se ariscam a fazer a travessia, se equilibrando no que restara das pontes. “ É inadmissível esta situação que estamos vivendo, não podemos se quer transitar e chegarmos em nossos destinos”, destacou um morador que se arriscou a atravessar sobre uma das pontes queimadas. Leia mais deste post

Vigilância proíbe venda de queijo produzido no interior de Rondônia

Todos os departamentos de Vigilância Sanitária de Rondônia estão sendo alertados para intensificar a fiscalização no comércio sobre a venda do queijo Lac Minas

queijadaProduzido pela empresa Lac Norte do município de Colorado D’Oeste interditada desde outubro do ano passado, por falta do Selo de Inspeção Estadual (SIE).

Mesmo assim, o produto continua sendo encontrado em vários municípios como Ariquemes, Presidente Médici e Ji-Paraná.

De acordo com Ofício Circular 096/2011 datado de oito de junho passado, através do diretor geral da Agevisa/RO, Belgrano Cavalcante a marca de queijo Lac Minas produzido pelo laticínio Lac Norte de Colorado D’Oeste não possui autorização para distribuir e nem comercializar o referido produto por não ter o Selo de Inspeção Municipal (SIE) junto a Agência de Vigilância Sanitária Estadual (Agevisa/RO) e a Agência de Defesa Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron).

Ji-Paraná

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância Sanitária (DVS/Semusa) de Ji-Paraná, Aparecida de Oliveira somente neste mês mais de 100 kg de queijo da Lac Minas, já foi do comércio jiparanaense, e imediatamente destruído. Ela alertou a comunidade para os problemas de saúde que o consumidor pode sofrer, caso consuma o referido produto que não tem nenhuma procedência. “Ao se deparar com algum produto que não tenha procedência, como pôr exemplo o Selo de Inspeção Municipal, Estadual ou Federal informe imediatamente a Vigilância Sanitária de sua cidade, que as providências serão tomadas o quanto antes”, alertou Aparecida de Oliveira. A distribuição do queijo Lac